Como aprender a falar Inglês 1

Dicas de uma poliglota


Enquanto no continente Africano e no Oriente Médio falar vários idiomas e dialetos é algo normal, aqui no Ocidente, muita gente rala e muito para conseguir aprender um segundo idioma. Quem nunca passou anos frequentando aulas de inglês, fazendo cursos intensivos no exterior, mas na hora do vamos ver, não sai nada?

Não adianta, para aprender uma língua e atingirmos a tão sonhada fluência, temos que praticar. Tem gente que goste mais de gramática (ou só eu?), outros preferem se jogar e sair falando, e ainda outros acham tudo chato e acabam desistindo por não ver os resultados rapidamente.

Eu vou começar uma série de dicas comprovadas de quem aprendeu e e fala inglês bem e sem falsa modéstia. Mas antes das dicas, você precisa saber de algumas coisas:

  • Aprender um idioma não é fácil, mas também não é difícil. 
  • Um idioma é algo que se estuda sempre e pra sempre
  • Não confie em metodologias de inglês onde a promessa é aprender muito rápido. Você já viu uma criança aprender a falar em 200 horas? Nem eu.
  • É possível aprender qualquer idioma

Aí, como sempre, você vai dizer:  "Ah, mas meu vizinho aprendeu sozinho em 6 meses."  Seu vizinho faz parte da minoria das pessoas que tem capacidade extraordinária de aprendizado, porém, assim como todos, ele certamente dedicou horas de estudo, prática e coragem para a aprender.

Pessoal e profissionalmente, eu não acho que uma língua seja mais difícil do que outra, o que faz a diferença é a exposição que se tem ao idioma. É mais fácil aprender inglês do que alemão (snif, snif) neste sentido porque todos os dias somos bombardeados pela língua inglesa, não existe uma pessoa que não conheça pelo menos algumas dezenas de palavras em inglês.



Dicas de como praticar inglês de forma fácil


Bom, vamos para o que interessa. Você tem internet na sua casa, então você pode criar a exposição ao idioma necessária para aprender. Essas dicas são comprovadas na prática, são exercícios que eu faço todos os dias para treinar e me aperfeiçoar em todos os idiomas:

Aprenda as letras das músicas em inglês


Olha que passatempo divertido? Além de aprender o significa do que se está cantando, cantar em inglês é um dos melhores exercícios. Primeiro porque você vai cantar de qualquer jeito, segundo que é um treino completo, é tipo a natação do aprendizado de idiomas.

No Youtube ou no site Vagalume, é fácil encontrar letras de músicas. Por que não pegar uma música que você gosta muito e aprender corretamente a letra? Olha que luxo você na balada cantando pra todo mundo ouvir e em inglês perfeito.



Use o dicionário


O dicionário faz parte do meu dia-a-dia, tanto o Inglês/Português, quando o dicionário de Português. Um verbete de um dicionário é uma aula completa sobre a palavra, pronúncia, significado, antônimos,  sinônimos, além de expressões e usos. Se não souber uma palavra, procure o significado.


Um exercício que eu faço muito é ler um texto curto, por exemplo os segredos do Post Secret, leio com atenção e se encontro uma palavra que eu não sei o significado, mesmo que entenda o contexto, vou procurar.

Essa é a definição do meu preferido Urban Dictionary



Leia muito


Realmente é difícil no começo, ou mesmo depois alguns anos, adquirir rapidez e fluência para conversar. Muitos estudantes têm bom nível de compreensão, mas tem dificuldades para falar. Para ficar mais seguro, leia. Leia em voz alta, leia qualquer coisa, leia. mesmo se não entender tudo ou nada. Você pode até não entender, mas o seu cérebro agradece e vai desenvolvendo sua capacidade cognitiva sem você perceber.

Leia livros, revistas, legendas. Que tal assistir um filme ou série com a legenda em inglês?


Pratique conversação


Você pode tanto viajar, falar com pessoas que também falem o idioma onde você está mesmo ou conversa através do chat.  É muito importante desenvolver a coragem de se engajar em uma conversa, mesmo que breve. Digamos que fluência em um  idioma seria a rapidez em encontrar  opções linguísticas para expressar uma determinada ideia.

Por exemplo: Na escola  aprendemos que a opção linguística para se perguntar o nome de alguém é:

What is your name?

Ao se expor a uma conversação, você verá que existem outras saídas,  e que você pode perguntar o nome de alguém de outras formas:

Your name?
What can I call you?
Name?


Adote um dialeto ou sotaque


Essa dica é bastante útil para quem estuda o espanhol também. Como todos os idiomas, a língua inglesa apresenta variedades de sotaques e culturas linguísticas e que podemos chamar de dialetos (lacto sensu). O inglês britânico é diferente do inglês americano no que diz respeito à fonética e semântica, apesar de ambos partilharem a mesma gramática.

O que eu fiz há muito tempo foi escolher apenas um dialeto,  americano, e um sotaque, o de Nova York para me aprimorar.

Uma das partes importantes do aprendizado do idioma é a criação de uma persona. Parece papo de hippie, mas é comprovado que em cada idioma falado, temos um tipo de personalidade diferente. Em inglês, eu digamos tento ser alguém que mora em NY, que houve rap, que participa das culturas negras, joven, urbana. Então todos os exercícios que eu faço, utilizo material que tenha esse sotaque, que represente minha participação nesta cultura (falaremos mais sobre persona linguística em breve). Usar o sotaque, pronúncia e expressões utilizadas no seio desse grupo linguístico dá muito mais coerência ao meu discurso e mais consistência na fala, if you know what I mean.






:: Efigenias ::

The book is on the table




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...