Por que o brasileiro odeia tanto as mulheres negras?

O paradoxo do culto e ódio à mulher negra no Brasil 

(Como fazer uma dissertação à  francesa)


  • A Problemática


    Na capa do  site Terra.com hoje (1 de outubro de 2010)

Torcida marca presença na vitória do Brasil sobre a Polônia     
(clique para ler a matéria e os comentários)




Na matéria uma foto de quatro mulheres NEGRAS MARAVILHOSAS que estavam na torcida da seleção brasileira de vôlei em um jogo na Itália.  Até aí tudo normal.  Nos comentários, a lixolândia (pessoas que descarram sua verborragia ignorante em comentários a notícias em sites) patrocinada, publicada e incentivada pelo site Terra, chama as mulheres de prostitutas. Baseado em que? COM CERTEZA PORQUE SÃO NEGRAS!

Eu poderia falar do homem em geral, da sociedade, do mundo secular, mas gostaria de saber por que o homem BRASILEIRO trata tão mal e desvaloriza as mulheres negras? Por que sempre somos tão discriminadas? Se somos feias, a segregação social, se somos lindas, somos prostitutas.

Alguém conhece no Brasil uma mulher negra que seja de verdade um ídolo? Você pode citar algumas,  mas nem se compara com qualquer mulher branca, mesmo que seja subcelebridade.   Usando a Tais com exemplo, o autor Agnaldo Silva disse quando Tais Araújo chegou ao auge de sua carreira ao protagonizar a novela das oito da TV Globo e ser uma das "Helenas do Maneco", que uma Helena negra, não poderia ser  retratada como uma Helena "normal" (branca). Claro por que uma coisa é ser uma mulher e outra é ser uma mulher negra. Mulher negra não dá ibope no Brasil. Mulher preta não merece nada no Brasil


  • A Tese

John Lennon um dia disse que a mulher é o negro do mundo. Partindo dessa premissa, a mulher negra é o negro até da cultura negra. A bióloga Fernanda Lopes, quem eu tive o grande prazer de conhecer na minha adolescência, liderou uma pesquisa relacionando as mulheres negras e o sistema público de saúde. As mulheres negras são as mais mal atendidas nos hospitais e postos de saúde do estado. Inclusive, muitos médicos diziam sentir nojo de tratar mulheres negras.


Esse descaso causa a morte precária e antecipada de muitas mulheres negras todos os dias. Agora, por exemplo, deve ter uma preta em algum hospital morrendo porque o médico branco não vai atendê-la com humanidade. Por falar em nojo...


A mulher negra é a mais discriminada no mercado de trabalho, principalmente entre 25 e 35 anos. Oras,  se somos máquinas parideiras, quem vai dar um emprego ou manter uma mulher negra em um posto de trabalho se tem a mentalidade de que é uma mulher  preta é uma mulher inferior, ignorante e promíscua e que certamente vai engravidar?

Para uma mulher negra chegar ao patamar de salário de um homem negro que, por si já ganha menos que um homem branco menos escolarizado, ela tem que estudar de 8 a 11 anos a mais!

Nunca me esquecerei uma vez que o Fantástico fez uma pesquisa para eleger a mulher brasileira mais bonita do século. As mulheres foram divididas em 3 grupos: loiras, morenas e RUIVAS (???)!

Você branco, já pensou como é conviver com isso tudo?  Já pensou no impacto psicológico desse tratamento? Já tentou se colocar no meu lugar e pensar como eu me senti quando li essa notícia e vi mulheres negras sendo chamadas de putas simplesmente porque são pretas e bonitas?

Quando Luís Caldas e Tiriricas da vida fazem "músicas" jocosas e preconceituosas usando mulheres negras como tema, você já imaginou o que é escutar isso todos os dias na rua? O deboche e o riso velam o racismo por trás da letra e nós é que temos que aguentar. Dia pós dia.

John Mayer, pseudo-cantor americano disse que nunca ficaria com uma mulher negra, que seu pau membro era um símbolo da superioridade branca (oi?).

A revista americana Complex fez a lista das 50 mulheres brasileiras mais lindas conhecidas internacionalmente votadas pelo público. Entre elas 14 são negras e afro-descendentes, quase 30%. No Brasil, a revista VIP faz também uma lista anual das mulheres mais lindas. Em 2009, das 100 mais gatas da VIP, apenas 8 eram negras (8%)


  • A Antítese




Louvada na música popular, símbolo de força, luta e beleza, a mulher negra é uma das fontes da miscigenação do Brasil.  Nas religiões afro-brasileiras a mulher negra é a deusa, a guardiã da sabedoria, a mãe.

Uma unanimidade entre poetas e artistas, a mulher negra ocupa posição de destaque no imaginário da cultura brasileira.

Me lembro uma vez em uma roda de amigos, na maioria brancos, discutirmos como deveríamos nos referir aos negros. Uma amiga, jornalista, pós graduada, disse que jamais se referiria a um negro como negro, preferia dizer moreno, mas que na sua família, todas as mulheres bonitas eram chamadas de pretinhas.


  • Síntese

Eu concordo que o Terra não serve de parâmetro de nada positivo nesta vida. É o antro da lixolândia, Terra de ninguém, onde fala-se o que quer e cometem-se crimes. O Terra dissemina o ódio racial, a intolerância e se vale da falsa liberdade de expressão de seus leitores para isso. É o mundo cão online.

Sempre me perguntei porque o homem brasileiro odeia tanto a mulher negra... Qualquer mulher negra tem mais histórias de descriminação racial e sexual do que  a população negra como um todo. Não temos direito a nada. O olhar de desdém das pessoas fere e agride nosso orgulho. Nossa beleza, nosso cabelo, tudo nosso é pior.

PRETAS, temos que nos unir contra isso, nos posicionar contra essa mídia que finge que não existimos. Quando nos dão espaço é por imposições legais ou por uma pressão  social que podemos fazer juntas!

O preconceito e os estereótipos persistem através do tempo. Morena, moreninha, cor de jambo, mulata, tudo isso é racismo, não se enganem! Frases como: "você é uma negra bonita" deixam claro como as pretas são algo diferente das brancas e que caso seja bonita, que fique clara essa diferença. Chega de passar a mão na cabeça da brejeirice racista do brasileiro!

São muitos obstáculos mas NADA SUPERA NOSSA FORÇA!



Tudo isso me deixa doente :( Leia AQUI Nota de Repúdio contra o site Terra.com.br


ps.: a antes de gritar e espernear e dizer que o que digo é generalização barata, estude um pouco sobre a universalização dos fatos e fenômenos mais um pouco de retórica e depois cola aí pra gente trocar uma idéia.

ps.: antes de gritar, espernear e encher minha paciência, saiba  QUE ESTOU DE MUITO MAL HUMOR por conta disso!




:: Efigenias::

PRETAS 



ps. Esse texto foi escrito em 2010 e atualizado em 2015. Cinco anos se passaram e nada mudou exceto que as mulheres negras estão cada vez mais unidas e conquistando cada vez mais os espaços que são seus de direito.