Por que o brasileiro odeia tanto as mulheres negras?

O paradoxo do culto e ódio à mulher negra no Brasil 

(Como fazer uma dissertação à  francesa)


  • A Problemática


    Na capa do  site Terra.com hoje (1 de outubro de 2010)

Torcida marca presença na vitória do Brasil sobre a Polônia     
(clique para ler a matéria e os comentários)




Na matéria uma foto de quatro mulheres NEGRAS MARAVILHOSAS que estavam na torcida da seleção brasileira de vôlei em um jogo na Itália.  Até aí tudo normal.  Nos comentários, a lixolândia (pessoas que descarram sua verborragia ignorante em comentários a notícias em sites) patrocinada, publicada e incentivada pelo site Terra, chama as mulheres de prostitutas. Baseado em que? COM CERTEZA PORQUE SÃO NEGRAS!

Eu poderia falar do homem em geral, da sociedade, do mundo secular, mas gostaria de saber por que o homem BRASILEIRO trata tão mal e desvaloriza as mulheres negras? Por que sempre somos tão discriminadas? Se somos feias, a segregação social, se somos lindas, somos prostitutas.

Alguém conhece no Brasil uma mulher negra que seja de verdade um ídolo? Você pode citar algumas,  mas nem se compara com qualquer mulher branca, mesmo que seja subcelebridade.   Usando a Tais com exemplo, o autor Agnaldo Silva disse quando Tais Araújo chegou ao auge de sua carreira ao protagonizar a novela das oito da TV Globo e ser uma das "Helenas do Maneco", que uma Helena negra, não poderia ser  retratada como uma Helena "normal" (branca). Claro por que uma coisa é ser uma mulher e outra é ser uma mulher negra. Mulher negra não dá ibope no Brasil. Mulher preta não merece nada no Brasil


  • A Tese

John Lennon um dia disse que a mulher é o negro do mundo. Partindo dessa premissa, a mulher negra é o negro até da cultura negra. A bióloga Fernanda Lopes, quem eu tive o grande prazer de conhecer na minha adolescência, liderou uma pesquisa relacionando as mulheres negras e o sistema público de saúde. As mulheres negras são as mais mal atendidas nos hospitais e postos de saúde do estado. Inclusive, muitos médicos diziam sentir nojo de tratar mulheres negras.


Esse descaso causa a morte precária e antecipada de muitas mulheres negras todos os dias. Agora, por exemplo, deve ter uma preta em algum hospital morrendo porque o médico branco não vai atendê-la com humanidade. Por falar em nojo...


A mulher negra é a mais discriminada no mercado de trabalho, principalmente entre 25 e 35 anos. Oras,  se somos máquinas parideiras, quem vai dar um emprego ou manter uma mulher negra em um posto de trabalho se tem a mentalidade de que é uma mulher  preta é uma mulher inferior, ignorante e promíscua e que certamente vai engravidar?

Para uma mulher negra chegar ao patamar de salário de um homem negro que, por si já ganha menos que um homem branco menos escolarizado, ela tem que estudar de 8 a 11 anos a mais!

Nunca me esquecerei uma vez que o Fantástico fez uma pesquisa para eleger a mulher brasileira mais bonita do século. As mulheres foram divididas em 3 grupos: loiras, morenas e RUIVAS (???)!

Você branco, já pensou como é conviver com isso tudo?  Já pensou no impacto psicológico desse tratamento? Já tentou se colocar no meu lugar e pensar como eu me senti quando li essa notícia e vi mulheres negras sendo chamadas de putas simplesmente porque são pretas e bonitas?

Quando Luís Caldas e Tiriricas da vida fazem "músicas" jocosas e preconceituosas usando mulheres negras como tema, você já imaginou o que é escutar isso todos os dias na rua? O deboche e o riso velam o racismo por trás da letra e nós é que temos que aguentar. Dia pós dia.

John Mayer, pseudo-cantor americano disse que nunca ficaria com uma mulher negra, que seu pau membro era um símbolo da superioridade branca (oi?).

A revista americana Complex fez a lista das 50 mulheres brasileiras mais lindas conhecidas internacionalmente votadas pelo público. Entre elas 14 são negras e afro-descendentes, quase 30%. No Brasil, a revista VIP faz também uma lista anual das mulheres mais lindas. Em 2009, das 100 mais gatas da VIP, apenas 8 eram negras (8%)


  • A Antítese




Louvada na música popular, símbolo de força, luta e beleza, a mulher negra é uma das fontes da miscigenação do Brasil.  Nas religiões afro-brasileiras a mulher negra é a deusa, a guardiã da sabedoria, a mãe.

Uma unanimidade entre poetas e artistas, a mulher negra ocupa posição de destaque no imaginário da cultura brasileira.

Me lembro uma vez em uma roda de amigos, na maioria brancos, discutirmos como deveríamos nos referir aos negros. Uma amiga, jornalista, pós graduada, disse que jamais se referiria a um negro como negro, preferia dizer moreno, mas que na sua família, todas as mulheres bonitas eram chamadas de pretinhas.


  • Síntese

Eu concordo que o Terra não serve de parâmetro de nada positivo nesta vida. É o antro da lixolândia, Terra de ninguém, onde fala-se o que quer e cometem-se crimes. O Terra dissemina o ódio racial, a intolerância e se vale da falsa liberdade de expressão de seus leitores para isso. É o mundo cão online.

Sempre me perguntei porque o homem brasileiro odeia tanto a mulher negra... Qualquer mulher negra tem mais histórias de descriminação racial e sexual do que  a população negra como um todo. Não temos direito a nada. O olhar de desdém das pessoas fere e agride nosso orgulho. Nossa beleza, nosso cabelo, tudo nosso é pior.

PRETAS, temos que nos unir contra isso, nos posicionar contra essa mídia que finge que não existimos. Quando nos dão espaço é por imposições legais ou por uma pressão  social que podemos fazer juntas!

O preconceito e os estereótipos persistem através do tempo. Morena, moreninha, cor de jambo, mulata, tudo isso é racismo, não se enganem! Frases como: "você é uma negra bonita" deixam claro como as pretas são algo diferente das brancas e que caso seja bonita, que fique clara essa diferença. Chega de passar a mão na cabeça da brejeirice racista do brasileiro!

São muitos obstáculos mas NADA SUPERA NOSSA FORÇA!



Tudo isso me deixa doente :( Leia AQUI Nota de Repúdio contra o site Terra.com.br


ps.: a antes de gritar e espernear e dizer que o que digo é generalização barata, estude um pouco sobre a universalização dos fatos e fenômenos mais um pouco de retórica e depois cola aí pra gente trocar uma idéia.

ps.: antes de gritar, espernear e encher minha paciência, saiba  QUE ESTOU DE MUITO MAL HUMOR por conta disso!




:: Efigenias::

PRETAS 



ps. Esse texto foi escrito em 2010 e atualizado em 2015. Cinco anos se passaram e nada mudou exceto que as mulheres negras estão cada vez mais unidas e conquistando cada vez mais os espaços que são seus de direito.

26 comentários:

  1. [...] negra e pós-graduando em Paris (porque além de inteligente ela é fina). Hoje, lendo o blog dela, Efigênias, me indignei com a situação e me vi em cada vírgula do texto, que ela dissertou [...]

    ResponderExcluir
  2. Lu... Você é a tradução da evolução humana. Amo-te!

    ResponderExcluir
  3. acho que alem dos brasileiros estao os homens negros , que ja sao mais racistas que o Brasil num todo.
    quando homens negros ficam famosos oq mais se vê é um negro com uma Branca loira . FATO

    nunca vi um homem negro famoso com uma mulher negra .
    Bom se anonimos eles ja sao assim , imagine entao famosos ' :S




    apenas lamento' .





    muito show seu blog parabens '

    ResponderExcluir
  4. mandei um email pro terra pedindo a fonte que comprova a suposiçao de que as moças da foto sao prostitutas e adivinhem só...
    NAO RESPONDERAM!

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente com tudo o que foi falado: eu sei muito bem o que é ser mulher negra nesse país, é uma discriminação sem tamanho em todos os sentidos! Não interessa se temos PHD em física quântica que nos tratam com desdém como se fôssemos prostitutas. Uma vegonha!!!
    Belo artigo Lu! Aliás, parabéns pelo blog, está o máximo!

    ResponderExcluir
  6. Não sei se a pergunta certa é 'Por que o brasileiro odeia' e sim, 'Por que a sociedade odeia?'. Sem contar o que sentimos por nós mesmas.

    Você comentou da 'Thais Araújo' mas a verdade é que quando negras alcançam altos padrões sociais e midiáticos, elas deixam de ser negras. Os traços não que lembram negritudes são mascarados.
    Gostaria de um modelo de beleza negra que possuí o nariz achatado, ou a boca avantajada e o cabelo muito crespo.

    Nós , mulheres negras, comprados essa idéia de padrão de beleza e tentamos nos enquadrar a todo custo. Nos discriminamos, nos rotulamos e nos adjetivamos.

    Sonho com o dia em que deixaremos de ser 'Mulheres negras' para sermos apenas MULHERES.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo blog..vou te acompanhar..e sobre nossas questões..vemos como nosso copro é público..as pessoas falm o que quer e pensam..e isso é revoltante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Iara de Fátima Rodrigues1 de novembro de 2010 15:28

    Concordo em gênero, número e grau.
    Só não divido uma observação, a de que os homens brasileiros odeiam as negras.
    O brasileiro, brancos ou negros, só gosta das negras que se enquadram no esteriótipo socialmente estabelecido socialmente há centenas de anos. Aquela que samba, gera filhos e é boa de cama.
    Creio que já passou da hora das mulheres empunharem livros, revistas, jornais e o que mais lhes cair nas mãos (ou elas colocarem nas mãos) e buscarem o conhecimento, a cultura. Única maneira que conheço de se fortalecer e enfrentar a sociedade hipócrita que nos rodeia.
    Ah! Mais importante, mudar a postura, sair do padrão!
    Mulher negra lê, estuda, trabalha em boas empresas, sabe se portar, tem auto-estima, enfim, a mulher negra tem todos os pré-requisitos que qualquer outra mulher possui, só não acredita em si mesma.
    Vive de aparências por não ter coragem de encarar no espelho a dureza da vida, a falsidade cotidiana.
    Força mulher negra. Dói, mas vale a pena, voce estará preparando o terreno para as futuras gerações.
    Que responsabilidade....
    Iara de Fátima Rodrigues

    ResponderExcluir
  9. Não percam seu tempo querendo maior "aceitação" dos brancos ou que eles sejam "justos" conosco.
    Vamos trabalhar, cuidar da nossa vida , estudar, ajudar outros irmãos negros, brancos ou que cor que sejam, nós temos que seguir nossa vida e esquecer de querer que eles "deêm" mais espaço para nós. Não vamos perder tempo com pesamentos pequenos de "alguns" brancos.

    ResponderExcluir
  10. Sinceramente, eu não concordo totalmente com suas observações, porque vc está generalizando. Claro; não vamos tapar o Sol com uma peneira, todos sabemos que o racismo está aí para todos verem; mas eu sou um homem branco, amo as negras de paixão, inclusive quanto mais elas assumem sua negritude mais as amo, e sinto-me cada vez mais atraído por elas.
    O fato é só um: enquanto o racismo partir dos próprios negros, nós não vamos erradicá-lo da sociedade! Esse é meu ponto de vista.

    ResponderExcluir
  11. Os comentários do Efigenias é um espaço fino e elegante onde discutimos, tomando chá inglês, idéias e opiniões. Muitas vezes essas opiniões não condizem com as nossas, mesmo assim ficamos felizes em ter todos vocês aqui, participando do debate e lutando com todas nossoas forças pela felicidade de todas as pessoas :)

    ResponderExcluir
  12. Além de preconceitosos são também hipócritas, porque quando descobrem que, apesar de sua aparência, sua profissão e seu salário é muito maior que o "zé mané" que o atende, mudam até o tom de voz. Dignidade sempre!

    ResponderExcluir
  13. Este John Mayer esqueceu-se que o seu membro q significa supremacia branca é do tamanho de um feijão,se quisesse dar uma de superior escolhia outra coisa e não um aspecto que constitui até embaraço e complexo pra a maioria dos homens brancos.
    Coitado de certeza que levou fora de uma negra e não aceitou essa situação porque se acha superior!ahahahahahahahah membro da supremacia branca!

    ResponderExcluir
  14. Queridas,eu,afro igual a vcs,companheiro nessa luta desigual,vos digo,permaneçam de cabeças erguidas,firmes,decididas,resolutas,crendo que o sol da liberdade vai raiar pra tds nós que o almejamos,e,então,as profecias do pastor da Geórgia se cumprirão entre nós,como tem acontecido com nosso irmãos norteamericanos..."I Have a Dream".....

    ResponderExcluir
  15. Sem dúvida você escreveu tudo o que eu penso e me questiono todos os dias, como mulher negra faço a minha parte de resgatar e fortalecer a nossa cultura!
    Trabalho como trançeira em mem salão afro, e todos os dias ouço as ,mulheres negras com as mesmas críticas!
    Está na hora de nos apoiarmos, de mostrar que somos empoderadas, e "não somos apenas a mulata gostosa ou a Ama de coração"(Lélia Gonzalez).
    Parabéns pelo blog!!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns pelo post. Entendo seu mau humor, pois é totalmente justificado.
    Evidente que o portal terra parte de um pressuposto, preconceituoso, ao afirmar que as mulheres negras retratadas seriam prostitutas, já que para estarem na Itália, desacompanhadas e belíssimas só poderiam ser prostitutas, uma vez que o padrão da mulher negra brasileira seria estar sub-empregada, num rincão qualquer do país.
    Daí, para a generalização que o brasileiro (povo brasileiro, quero crer) odeia a mulher negra, existe um longo caminho a percorrer...
    Pela minha experiência de vida (tenho 50 anos incompletos) sou testemunha que os negros ainda são muito marginalizados no Brasil e não conseguimos (me incluo na fila) desenvolver uma auto-estima e confiança plena, afinal fazem apenas quatro gerações que fomos emancipados. Atualmente, estamos na quinta geração de homens e mulheres livres dos grilhões da escravidão. Durante 4 séculos, tudo foi feito para acreditarmos que éramos inferiores de modo a aceitar e justificar nossa escravidão. 123 anos é pouco tempo para recuperarmos o atraso desse abominável interregno de aviltamento, sofrimento e humilhação.
    Entretanto, na minha opinião, o caminho de integração e resgate social e psíquico dos negros brasileiros passa exatamente pela conciliação e não pelo confronto puro e simples. Quero dizer, que vejo mais oportunidades de afirmação da nossa capacidade intelectual e da aceitação da nossa estética num modelo de conciliação e formação de uma elite intelectual e política. Um exemplo clássico do que digo é que muitas vezes afirmasse que no Brasil o preconceito é mais social do que racial (pessoalmente discordo, pois acho que existem ambos), pois quando o negro ascende socialmente as portas da sociedade se abrem e ele é aceito nos círculos sociais. Mais uma vez falando da minha própria experiência, digo que isso é uma meia verdade. Posso ser considerado um homem bem sucedido financeiramente (principalmente, considerando o meu ponto de partida). Sou bem tratado em todos os lugares que freqüento, sou chamado de doutor, de diretor, etc. Embora, entre meus pares, continuo sendo o Negão, o moreno (moro no Amazonas e aqui os negros são "morenos"), enfim... Me aceitam, mas fazem questão de lembrar que sou "diferente", pois os demais não são chamados de "brancões" ou de "pálidos", entende? Isso é discriminação.
    Voltando a questão da mulher negra, a mulher em geral, é vista como um ser inferior sendo de qualquer etnia. Poucas e raras são as sociedades mundiais nas quais a mulher ocupa um lugar de destaque. Logo a mulher negra tende a ocupar um lugar hierarquicamente subalterno no Brasil. Além do mais, ao longo das últimas décadas a mulher negra perdeu seu espaço como símbolo sexual em nossa sociedade, o que outrora era comum por ser ainda uma reminiscência da época em que satisfaziam sexualmente os senhores de escravos e logo depois da escravidão, abasteciam os bordéis. Essa visão da mulher (qualquer) como objeto, seja sexual, seja de poder, persiste, mas historicamente as negras tornaram-se indesejadas ou não mais tão desejadas assim, na medida em que as "outras" tornaram-se acessíveis para esses fins e como decorrência, assumiram um papel de destaque até mesmo em redutos tipicamente de resistência cultural, como as escolas de samba.
    O homem é um produto do meio ou o ser social determina o pensamento. Essa afirmação exemplifica o porque aqui no Brasil tudo que é ruim é negro. "A coisa está preta" como símbolo de dificuldades é um epíteto dessa manipulação do inconsciente coletivo, logo a mulher negra acaba aprisionada ao estereótipo que de que tudo que é preto é sujo, é feio, é inferior, que o preto bom é aquele que tem "a alma branca" e outras sandices...
    Em resumo, não levem as opiniões de cunho racista tão a sério, vamos nos integrar a sociedade brasileira e trazer contribuições relevantes para o desenvolvimento do país, independente do que pensem de nós. Liberdade, Igualdade e Fraternidade. E vamos a lute pela paz!

    ResponderExcluir
  17. Bem...

    Agradeço pelas falas..
    Porém infelizmente esse é o imaginario na mulher afro-africana no mundo e situação financeira em geral o inverso da mulher branca a eva....
    A afro-africana foi colocada como objeto de uso fruto do branco e da branca, e nisso os homens afro-africanos seguiram e reproduzem até nossos dias...
    Sobre a imagem e o imaginario e o texta da revista, creio não ser uma falar solta, costumo estar pelas europas e na maioria dos lugares se falar que vivo no rio de janeiro os homens e mulheres vão a busca de seus imaginario e reportorio. Segue imagem e representação do Brasil e Rio de Janeiro mulheres com bundas, semi peladas, ou peladas, e afro-africanas. Me lembro que durante anos até a Rosinha ex-governadora do Rio essa era a imagem mais vendida do que era o Brasil em especial o Rio apenas bundas corpos sem rostos apenas bundas nos cartões postal.
    A mudança ou a conversão psiquica dos afro-africanos só será realizada após a negação dos IOS legados pelos euro-europeus e demais povos que colocaram afro-africano na condição de seu outro total. E como o mundo é machista ainda dentre os afro-africanos a mulher preta é a que mais sofre e paga...

    ME DEIXEM AMAR UMA PRETA DE KBLO RUIM, SEM KBLO DE INDO, BRANCA, ALISADO, RELACHADO DEIXEM APENAS AMAR UMA KBLO RUIM....

    Uhuru
    Paz e Graça

    ResponderExcluir
  18. Realmente, vc retratou a realidade no seu post. Querendo ou não, ainda vivemos em um mundo racista. Eu acho ridículo esse negócio de preconceito. Quantas morenas e morenos são muito mais saudáveis, bonitos e humildes que os brancos? A bondade não está na cor da pele e sim no coração. Fala sério: Quantos brancos não querem pegar a Taís Araújo, a Camila Pitanga ou a Sheron menezes? E quantas mulheres não querem pegar o Toni Garrido ou o Alexandre Pires?

    ResponderExcluir
  19. Falou certo, agora, "alguns" brancos. E realmente, isto que vocês comentam, infelizmente, é verdade. Uma amiga de serviço, negra, diz que já foi tratada com desdém em algumas lojas por ser negra, mas depois que atravessa a rua e compra em outra loja, mudam a conversa rapidinho.
    Sou branco e concordo com vocês: nesta luta contra a discriminação, a melhor maneira de lutar contra ela é manter a cabeça erguida, batalhar, estudar, conquistar o espaço com competência.

    ResponderExcluir
  20. NAO TIRO SUA RAZAO NAO.VC QUE ESCREVEU ISSO TA CERTISSIMA.MAS QUERO DEIXA UM COMENTARIO AQUI.UNS DE MUITO PROBLEMAS QUE E O PRECONCEITO COM A COR NEGRA,TEM VARIOS OUTROS.QUE E O DE SABER SE IDENTIFICA,TEM MUITAS MULHERES NEGRAS QUE SE VALORIZA,MAS TEM OUTRAS QUE ACABA ABRINDO BRECHA,PARA QUE AS QUE NAO TEM NADA HAVER PAGA O PATO.TEM MUITAS MULHERES NEGRA QUE ACABA FAZENDO COISAS POR FALTA DE PERSONALIDADE,NAO SE DANDO VALOR E AS OUTRAS NEGRAS QUE NAO TEM NADA HAVER ACABA PAGANDO PELO QUE NAO TEM CULPA.OLHA RACISMO EXISTE,E ALEM DE EXISTIR,ELE TA NA CABECA DAS PESSOAS E OUTRA SE O NEGRO ABRE BRECHA SE FERRA MAIS AINDA.PARA ISSO MELHORA,OS NEGROS TEM QUE SE RESPEITA,COMECA A DA VALOR.MAS NAO FICA NA TEORIA.E FAZER NA PRATICA.FICANDO UM COM OUTRO.PERCEBE QUE O MAIOR RACISMO TAMBEM ESTAO EM ALGUMAS MULHERES NEGRAS.PENSAVO QUE ERA OS HOMENS MAS PENSO QUE VEM DA MULHERES NEGRA.MAS EU ACHO QUE ISSO JA VEM CULTURAL.ISSO E DE NOS BRASILEIROS.VOU CONTA MEU RELATO.EU VIVE COM UMA MULHER NEGRA DURANTE QUATRO ANOS DE MINHA VIDA.ME DEDIQUEI A ELA.ELA TINHA DOIS FILHOS.UMA MENINA E UM MENINO.O PAI DA MENINA ERA UM E O PAI DO MENINO ERA OUTRO.QUANDO COMECEI A FICA COM ELA.NAO ME IMPORTEI COM O PASSADO DELA NAO. FALEI COM ELA QUE IA COMECARMOS UMA VIDA NOVA PARA QUE TUDO DESSE CERTO PARA NOS DOIS.E QUERO FALA QUE EU TAMBEM SOU NEGRO TA.RESULTADO DISSO TUDO.ELA ME TRAIU FICOU COM OUTRO,FIQUEI SABENDO QUE O OUTRO CARA BATE NELA,E ELA GOSTA DE VIVER UMA VIDA ASSIM CONTURBADA.RESUMINDO,TEM MULHERES NEGRAS QUE GOSTA DE SER MUCAMBA ATE HOJE DE HOMEN BRANCOS SE SUBMETENDO A DEITA NAS ESCONDIDA E QUANDO E PRA DESFILA COM ELAS VC NAO VER,VC SO VER ENTRE, ABRE ASPA. NAO FALO TODAS MULHERES NEGRAS LINDA COM HOMENS BRANCOS VELHO NO FINAL DA VIDA COM DINHEIRO QUE E CLARO QUE QUE ELES TEM DINHEIRO.E ELAS FICA LA SE SUBMENTENDO A LIMPA A BUNDA DELES NO FIM DE SUAS VIDA E SUA VELHICE OU SE NAO FICA COM UM NEGRO NO FIM PORQUE NAO TEVE OUTRO GEITO.BATEU CABECA PRA LA E PRA CA NAO ACHOU E O FIM SEMPRE E COM UM NEGAO .E ISSO ABRE BRECHA PARA AS PESSOAS CAI MATANDO EM CIMA DA GENTE.NAO FALO QUE SAO TODAS MULHERES NEGRAS.MAS TEM UMAS QUE PROPRIA DESMORALIZA A COR.ESSE NEGOCIO DE COR NUNCA VAI TER FIM.VAI RENDER PRO RESTO DA VIDA.POR ISSO QUE HOJE PROCURO VIVER A VIDA.SE EU TE FALA QUE NAO PASSO PRECONCEITO RACIAL,EU TO MENTINDO,PASSO SIM E VOU PASSA PRO RESTO DA VIDA.MAS CADA DIA QUE PASSA PESSO A DEUS PARA PASSA POR CIMA DELES ACREDITANDO NELE EM DEUS QUE ELE QUE VAI MELHORA.E ASSIM VOU INDO.PODIA AQUI FICA FALANDO MAIS SOBRE ISSO.MAS E SO UM POUQUINHO DO QUE PENSO SOBRE ISSO.OH PRECONCEITO EXISTE,E ALEM DE EXISTE TA NA NOSSA CABECA.E SE AINDA DAMOS BRECHA PRA ISSO FERROU MAIS AINDA.ENTAO.E UM LEAO A CADA DIA QUE VAMOS TER QUE MATA PRO RESTO DA VIDA.SAO PALVRAS SINCERA QUE FALEI.NAO DISCORDO DISSO QUE VC FALOU A E NAO.MAS VC SE MATA A E.PENSANDO SOBRE COR E TEM OUTROS DA NOSSA PROPRIA COR QUE NAO TA NEM A E.EU ESCREVO ISSO PORQUE EU ERA UNS DESSES LOUCO QUE TODO MES COMPRAVO REVISTA RACA.E MAIS UM MONTE DE COISA SOBRE DA VALOR MINHA COR.CONTINUO NEGRO CONTINUO DANDO MUITO VALOR MINHA COR.MAS TEM TEM UMAS QUE ACABA COLOCANDO TUDO QUE A GENTE PENSA EM MELHORA POR AGUA BAIXO.EU FUI TER UM AMOR DE VERDADE E SINCERO COM UMA MULHER BRANCA.E PRA TE FALA VERDADE QUERIA QUE FOSSE AQUI EU PASSEI 4 ANOS QUE E UMA MULHRE NEGRA.MAS ELA MESMO DESMORALIZOU TUDO EM QUE EU ACREDITAVA E CONTINUO ACREDITANDO.NAO E PORQUE ELA FEZ ISSO QUE TODAS SAO IGUAIS.MAS QUERO FALA PRA TE.E POR CAUSA DELA QUE MUITAS MULHERES NEGRAS PAGA O PATO. SE QUIZER ENTRA EM CONTATO COMIGO.PODE ENTRA OU ME RESPONDE O QUE ESCREVE.MEU E IMAL E W9BOLADEFOGO@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  21. A resposta do blog para esse comentário é: uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa.

    ResponderExcluir
  22. VÁ TOMAR NO SEU RABO, VITIMISTA DE MERDA!

    PARE DE MIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI, PORRA!

    Posso até antever seu discursinho medíocre!

    "AINNNNNNNNN, GENTE, EU SOU NEGRA, NÃO SOU ACEITA, SOU DISCRIMINADA. AINNNNNNNNNNNNN, GENTE, SOU OPRIMIDA PELO SISTEMA RACISTA E PATRIARCAL."

    Dizem que é necessário o regime de cotas em empresas, vestibulares e concursos. Dizem que o negro não aparece na mídia ou é vulgarizado por ela. Dizem que o negro é o mais afetado pela violência urbana. Dizem que o negro ganha menos, que não é respeitado, entre outras reclamações. Tudo isso não passa de falácia, quimera ardilosa endossada pela mesma mídia que você acusa, a fim de justificar um racismo que não existe no Brasil.

    Agora apela para um fato totalmente FANTASIOSO, FABRICADO E DESCABIDO, que não possui sustentáculo algum na realidade, e dispara com indescritível irresponsabilidade: "Por que o brasileiro odeia tanto a mulher negra?". Puta que pariu, hein! Nunca vi esse ódio na vida ou qualquer episódio que o comprovasse.

    Pare de chorar, vagabunda, desencoste-se da parede e do comodismo de suas lamentações, e estude!

    Entrei aqui por acidente e sempre vejo o mesmo discurso entoado na mesma nota pelas mesmas sufragistas de plantão (parece até uníssono!). Virem o disco, por favor. Já me fartei deste!

    Não existe tensão racial no Brasil (apenas casos isolados) e vocês ainda se consideram os desprivilegiados. Ora, a situação está mui complicada para todos, não somente para esse ou aquele grupo social ou chamada "minoria".

    Por isso reitero: VÁ TOMAR NO MEIO DO OLHO DO SEU CU!

    Sem mais!

    ResponderExcluir
  23. […] ele, a editora do :: Efigenias :: merece tomar no cu por ter escrito este artigo. Isso mesmo, tomar no meio do cu simplesmente porque, segundo ele,  postura vitimista da então […]

    ResponderExcluir
  24. um viva para Efigênias! A luta feminista é de todas, e estaremos de mãos dadas contra o racismo e a misoginia!!!

    ResponderExcluir
  25. Sou uma das garotas da foto e posso te garantir q não somos prostitutas.... Graças a Deus não vivo baseada em julgamentos alheios, senão já teria me matado rsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...